Como começar uma escultura?

Primeiro, temos que ter um tubo de cêra para anel…

tubo de cêra

A côr da cêra dá a dureza dela.  Sempre escolhemos conforme o trabalho que será realizado, um pouco pelo gosto pessoal e muitas vezes o que encontramos no mercado, sempre propenso a flutuações de estoque.

Aí começamos a criar: como será o aro,  se terá pedra, qual a dimensão dela, medições, etc.

pedra já na caixa esculpida

pedra já na caixa esculpida

Sempre é legal desenhá-lo em várias perspectivas pra ter uma idéia mais próxima do que será.

lima na cêra

Aí, como dizia Michelangelo, é só tirar o que está sobrando!

aneis-cera-073

E aqui, já finalizado e pronto para a próxima fundição.

Cada peça em cêra tem uma dinâmica diferente das realizadas no metal: no metal normalmente colocamos elementos, soldamos, moldamos. Na cêra, tiramos de um bloco até chegar ao que imaginamos. O legal de conhecermos técnicas diferentes é que cada uma inspira diferentes formas. Uma não substitui a outra ou é mais completa ou melhor.  São diferentes caminhos pra se chegar a um resultado. E esse resultado é nossa criação.

“O erro é o melhor professor.”

2 comentários em “Como começar uma escultura?

  1. Pingback: Os números de 2010 « Juan Carlos Douglas Blog

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s